Voltando ao Básico!

Eram os primeiros treinos do meu filho na escolinha de futebol. A ansiedade era grande! Ali se formavam craques e todo garoto sonha, pelo menos uma vez na vida, ser um jogador de futebol famoso. Porém o desânimo era visível ao fim de cada treino. Fui assistir para ver qual seria o problema. Na verdade era simples. O treino consistia em 1 hora e 45 minutos de corrida, passes entre companheiros, chutes a gol e outros fundamentos do jogo e então, no final do treino, 15 minutinhos de jogo corrido. Meu filhote queria jogar! Esse negócio de ficar trocando passes por 20 minutos e ter apenas um joguinho rápido no fim do treino o desiludiu. Ele não queria gastar tempo com o básico!

Quando vemos atletas fazendo maravilhas, músicos tocando magnificamente e outros profissionais mostrando habilidade singular ficamos impressionados e queremos imitá-los. Mas o que desconhecemos é que por trás de uma bela pirueta no ar, um gol de placa, um cesto fantástico, uma peça bem tocada, uma habilidade fora do comum estão horas e horas de prática do básico. O jogador de basquete passa horas treinando lances livres; o pianista passa horas a cada dia tocando escalas. Se pudéssemos ver as horas de esforço a que esses profissionais se submetem para chegar onde chegam ficaríamos assustados. NADA substitui o básico!

Se um time jogou mal, provavelmente vai ter que gastar mais tempo no básico: a troca de passes. Se um bolo ou prato sai errado, o melhor é voltar ao básico: a receita. Se a montagem de uma peça ou a utilização de um aparelho está com problema é bom dar uma olhada no básico: o manual. Parece conselho óbvio, mas é realmente importante.

A vida espiritual não pode ser diferente. Como em quase tudo nesta nossa cultura moderna queremos que as coisas do Espírito andem depressa. Queremos resultados, impacto, números, êxtase, maravilhas em ritmo acelerado. Recorremos a qualquer expediente novo que nos seja apresentado, desde que prometa solução veloz.

Multiplicam-se os livros de auto ajuda espiritual: "Como ser um crente perfeito em 10 lições"; "Como ter uma igreja grande em 5 passos"; "Os 3 fundamentos para fazer seu ministério bombar".Compramos livros e CD’s, vamos a conferências e congressos, vasculhamos a internet, participamos de palestras e retiros quase sempre a espera de algo que nos mude instantaneamente e nos faça gigantes espirituais do dia para a noite. Tudo só para descobrirmos nos dias seguintes que continuamos os mesmos, carnais, fracos, inseguros, repetindo ainda os mesmos erros...

TEMOS QUE VOLTAR AO BÁSICO!
Temos que entender que a vida espiritual é VIDA. Não se passa aos soluços, não avança em espasmos, não acontece por saltos. Vive-se no dia-a-dia, crescendo passo a passo, evoluindo lenta mas seguramente para a medida de varão perfeito que nos foi deixada pelo Mestre. E quais são os básicos da vida cristã? Você já sabe, mas deixe-me refrescar sua memória.

Os básicos da vida cristã são Bíblia e Oração.

BÍBLIA: Que falta temos de Bíblia! Entenda-me bem. Temos bíblias até demais nas nossas livrarias e nas nossas casas. Há para todos os gostos, feitios, cores e tamanhos, com e sem comentários, e mesmo para quem quer disfarçar e andar com ela sem parecer que a leva. O que nos falta é Bíblia no quotidiano, Bíblia na mente e no coração. Falta leitura, falta meditação, falta estudo, falta respeito. Nossa visão da Bíblia é mesquinha e egoísta. Pensamos que é um livro para nos dar umas ajudas e dicas quando as coisas ficam difíceis. E quando a buscamos nessas ocasiões ainda nos surpreendemos porque é que ela não faz sentido.

Precisamos retornar à reverência da Palavra. Precisamos resgatar o temor e o tremor do povo na base do Sinai quando o Senhor começou a dar sua revelação. Entender que esse livro é a revelação do Deus Todo-poderoso. São palavras de Vida. São a manifestação do eterno em forma escrita. A palavra de Deus que está em nossas mãos é única. Fez-se carne e habitou entre nós em Jesus, mas hoje está ao nosso alcance para leitura, crescimento e maturação desde que a busquemos em espírito e em verdade.

Precisamos olhar a história do povo de Deus e ver como a Palavra sempre foi central. Todo o culto centrado nela, em sua leitura. Todo o tabernáculo construído para no seu lugar mais sagrado, na arca da aliança, ser preservada uma cópia. Todos os festivais que Deus ordenou para que ela fosse lida periodicamente pelo povo reunido. Devemos lembrar que foi a falta dela que levou o povo ao cativeiro. Foi sua leitura que marcou a restauração. E então, no exílio, quando já não havia templo ou sacrifício, edificaram sinagogas onde todo o culto era centrado na leitura da palavra. Toda a educação dos meninos voltada para o aprendizado da leitura da palavra. A festa de passagem à vida adulta marcada pela capacidade do garoto de ler a palavra. Jesus criado no estudo e reverência da palavra e com ela desbaratando as tentações do maligno.

A Bíblia tem que regressar a um lugar central em nossas vidas e nos nossos cultos. Hoje temos cultos voltados para os sentimentos, com louvor que parece querer essencialmente agradar os sentidos e as emoções. Pouco espaço sobrou para a leitura Bíblica no culto. Pena, porque para muitos na igreja era a única leitura bíblica de sua semana. Assim não conseguiremos avançar nunca. Teremos sempre igrejas-berçários, cheios de bebes em Cristo. Temos que voltar ao Básico!

ORAÇÃO: Que falta temos de oração. Parece que as únicas orações que fazemos são aquelas desesperadas ou as fugazes orações das refeições. Onde fica o tempo a sós com Deus? O que é feito do silêncio na presença do Senhor na expectativa de sua voz? Onde o período de conversa amorosa com o Pai? Onde as mentes voltadas a Deus em cada atividade do dia.

Amo o filme "Violino no Telhado" sobre judeus na Rússia. O personagem principal, Reb Tevye, passa o filme em oração. Ele faz as orações rituais do shabat, mas muito mais que isso, passa o tempo todo pensando na esfera Divina. Conversa com Deus sobre tudo, desde os casamentos das filhas, as decisões de negócios ao machucado na pata de seu cavalo. Abre seu coração com Deus expressando alegrias, frustrações e sonhos. Isso é oração! Conversar com Deus sobre o que estamos fazendo juntos!

Precisamos recuperar a emoção da oração, a expectativa da conversa com o Pai, a maravilha desse acesso direto ao Senhor. Um querido amigo da Guiné-Bissau, que levamos a Cristo vindo do Islamismo, tinha como texto favorito Efésios 3:12 onde Paulo fala de Cristo "pelo qual temos ousadia e acesso com confiança, mediante a fé nele". Vindo de uma religião onde o acesso a Deus é negado, ele exultava por essa nova realidade de poder chegar a presença do Senhor a cada instante. Fora um muçulmano praticante e sincero. Porém, em Cristo encontrara algo totalmente novo e não cessava de se alegrar e maravilhar nessa bênção extraordinária da oração.

Precisamos de parar de falar sobre oração, parar de ler sobre oração, parar de ouvir sobre oração e simplesmente orar. Orar a sós, orar em família, orar no trabalho, orar como igreja, orar como grupo de comunhão, orar sem cessar. Precisamos orar para viver como se nossas vidas dependessem disso e na verdade dependem, pelo menos uma vida espiritual saudável e frutífera.

Queridos, pode parecer simples e até banal dizer o que disse. E aí está parte do problema. A familiaridade banalizou o essencial e nos deixou órfãos espirituais. Mas o regresso é sempre possível. Teremos tempo no momento que entendermos seu valor. Precisamos mais de Cristo, mais do Espírito e para isso teremos que voltar ao básico, Bíblia e Oração, o coração da vida Cristã!

2 comentários:

Leonardo Martins disse...

Que preciosidade!

Nada mais básico. Direto e objetivo.

Parabéns!

Joed Venturini disse...

Grande Leo, sempre atento ao nosso blog, obrigado mais uma vez por todo apoio!

Related Posts with Thumbnails

Manual do Corão - Como se formou a Religião Islâmica

Como entender o livro sagrado do Islão?  Origem dos costumes e tradições islâmicas. O que o Corão fala sobre os Cristãos?  Quais são os nomes de Deus? Estudo comparativo entre textos da bíblia e do Corão.  Este manual tem servido de apoio e inspiração para muitos que desejam compreender melhor o Islão e entender a cosmovisão muçulmana. LER MAIS

SONHO DE DEMBA (VERSÃO REVISADA)

Agora podes fazer o download do Conto Africano, com versão revisada pelo autor.
Edição com Letra Gigante para facilitar a leitura do E-Book. http://www.scribd.com/joed_venturini