Satisfação e Paz

Ele estava a viver uma situação dramática que faria a maioria tremer. Estava preso injustamente, acorrentado a dois soldados como se de um criminoso de alta periculosidade se tratasse. O julgamento que o esperava era tudo menos favorável. O juiz que o ia julgar era um homem instável, e sociopata que gostava de ver gente sofrer. A acusação contra ele era grave visto que era suposto ser líder de um movimento subversivo. Para piorar a situação chegavam relatos que de o trabalho que tinha feito era ameaçado por inimigos seus que se aproveitavam de sua prisão para tomar seu lugar e calunia-lo de forma terrível. E no meio disso tudo ele escreve uma carta em que fala insistentemente em alegria e paz. Como é possível? De quem se trata?

Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos.
Seja a vossa eqüidade notória a todos os homens. Perto está o Senhor.
Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças.
E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus.
Filipenses 4:4-7

Paulo esteve em Roma, preso a dois pretorianos em segurança máxima. Seu juiz seria Nero, o imperador romano que ficou famoso por ser insano e por fogo a cidade para compor um poema. Seus inimigos na Ásia estavam a fazer uma campanha difamatória de Paulo apresentando-o como um apóstolo menor. Ele, no entanto, tinha alegria em seu Senhor. Como era possível? Vejamos o que ele diz:

Alegrai-vos em todas as situações. Eis que Paulo era capaz de ver a presença e a bênção de Deus em cada situação. Ele estava preso a dois guardas da famosa e perigosa guarda do imperador e isso seria motivo de ansiedade para a esmagadora maioria. Não tinha descanso, não tinha privacidade, não tinha vida pessoal. Mas não via a situação assim, mas percebia que havia a possibilidade de abençoar. Pregava a seus algozes e o resultado era que havia conversões na casa de César. Era essa a compreensão. Nesta vida há sofrimento, mas a glória nos espera. Cada situação permanece no controle de Deus que é soberano e pode ser usada por Ele para nos guiar a mostrar sua vontade e algo novo que Ele pode nos dar. 

Sejam razoáveis, não se deixem tomar de ansiedade, o Senhor está perto. Paulo por vezes nos mostra que nossas ansiedades estão ligadas a nossa interpretação das coisas. Por exemplo, no começo deste capítulo ele diz a duas crentes da igreja que se entendam. Veja a situação. Duas mulheres que eram conhecidas na igreja e que andavam a criar divisão. Elas tinham tido um problema entre elas e a situação ameaçava a igreja em termos de unidade.  O problema era eventualmente grande e o pastor ou pastores locais tinham dificuldades em resolver isto, mas Paulo dá uma solução aparentemente muito simples: entendam-se…. Parece fácil demais. Mas Paulo diz isso depois de toda a carta em que falara da humildade de Jesus, da vida nova em Cristo e de deixar para trás as coisas antigas. 

Nesse contexto ele nos diz, deixem isso. Olhem para Jesus. Olhem para a cruz. Olhem para a vossa salvação. Percebam que essas coisas são mesquinhas e são instrumento do inimigo para vos desviar da paz de Deus. Percebam que colocamos expectativas altas demais nos outros. Sejam razoáveis e não se deixem dominar por ansiedades ou acabarão por anular a vida do Espírito Santo em seu viver. // Perto está o Senhor – uma expressão que Paulo usa para falar de que? Alguns acham que é da 2ª vinda, mas é mais provável que seja sobre o facto de Ele, o Senhor, partilhar nossas vidas. 

Como no caso dos 3 amigos de Daniel diante de Nabucodonosor. O desafio era tremendo e eles tiveram que enfrentar o rei que mandava no mundo de então. Para eles havia duas possibilidades: ou o Senhor os livrava da fornalha ou os livrava através da fornalha por meio da morte. Mas nunca pensaram na 3ª possibilidade. O Senhor os livrar com sua presença na fornalha. E foi o que o Senhor fez. Veio estar com eles no meio do fogo. Que imagem! Que consolo! O Senhor no meio do fogo junto a nós. Perto está o Senhor! Por isso sejam razoáveis em vossas vidas e naturalmente….

Abram o coração para Deus. Contem tudo a Ele de modo claro. Não deixem de falar de nada. Não façam só orações relâmpago e listas de compra. Gastem tempo a conversar com o Senhor e a expor o coração mostrando suplicas, preocupações, anseios. Contem a Ele vossos desejos e sonhos, vossas lutas e tentações, vossas ansiedades e manias. Deixem que Ele veja cada parte de seu interior e confie que sua paz vai tomar conta de tudo. Se temos um Senhor que vem para perto de nós e partilha podemos confiar e descansar e essa paz….

Experimentem a paz que excede a razão. Nós temos o hábito de achar que é essencial entender tudo. Se ao menos eu entender essa doença… esta briga… esta pessoa… esta situação… este problema…. Temos a mania que entender resolve as coisas e corremos atrás da compreensão. Achamos que um dia ao chegar ao céu Deus vai nos levar para o lado e nos explicar tudo… foi isso que fez com Jó? Com Paulo? Não! E porque faria connosco? 

Ele é soberano e não nos deve explicações. Entender é bom quando possível mas muitas coisas nós nunca entenderemos. Há descanso em repousar na soberania e sabedoria de um Deus que é Amor. O que Paulo diz é que quando chegamos ao ponto de confiar nesse Deus que é garantia de segurança para nossas vidas a paz que sentimos não se explica e vai mesmo além da nossa necessidade de explicação. 

Que quadro de satisfação belo este. O Apostolo preso mas liberto, em vias de ser condenado, mas totalmente livre.  No corredor da morte, mas plenamente vivo. Satisfeito e em paz em seu Senhor em meio à tribulação. Quadro bonito, alvo a desejar, prémio para o crente que aprende a descansar nos braços do Pai. 



2 comentários:

Lucinda Jaccoud disse...

Glória a Deus.

Luiz Coppolo disse...

Sempre simples e profundo. Obrigado.

Related Posts with Thumbnails

Manual do Corão - Como se formou a Religião Islâmica

Como entender o livro sagrado do Islão?  Origem dos costumes e tradições islâmicas. O que o Corão fala sobre os Cristãos?  Quais são os nomes de Deus? Estudo comparativo entre textos da bíblia e do Corão.  Este manual tem servido de apoio e inspiração para muitos que desejam compreender melhor o Islão e entender a cosmovisão muçulmana. LER MAIS

SONHO DE DEMBA (VERSÃO REVISADA)

Agora podes fazer o download do Conto Africano, com versão revisada pelo autor.
Edição com Letra Gigante para facilitar a leitura do E-Book. http://www.scribd.com/joed_venturini